Instalar NodeJs no Centos Server

Boa noite galera. Este tutorial, apesar de simples, acredito que seja a dúvida de muitos.

Nos diversos cursos, sempre vemos a instalação do NodeJs em máquina local, na maioria das vezes que eu vi, exemplos utilizando Windows.

Vejo que é recorrente a necessidade da comunidade a instalação do mesmo em servidores de produção. Bom. Eu tive muita dificuldade nesse momento.

Servidor antigo, rodando, tudo certinho! O que vem à mente é algumas perguntas, pois é fato que, quando não se conhece bem algo (e é assim que me sinto em relação ao NodeJS, por não ser experiente nele), tem-se medo do que ele pode resultar no servidor.

Pesquisando bastante, pude tirar algumas pequenas dúvidas, em relação a isso e estou passando aqui, como podemos fazer a instalação do serviço em um servidor CentOS.

Em um tutorial anterior, dei uma introdução do Node JS. Nele, foi apresentando um pouco mais do mesmo, como fazer o download do aplicativo do Node, e realizar a instalação em uma máquina Windows.

Hoje, vamos ampliar essa visão para um servidor CentOS em um VPS.

Pode ficar tranquilo, caso você como eu, tenha um servidor já rodando Apache por exemplo, seu servidor não vai parar apenas com essa instalação do serviço, pelo contrário, eles vão trabalhar juntos na mesma máquina.

Alguns casos, é aconselhável, que seu serviço Apache (que roda o site), fique separado por exemplo, de serviços de banco de dados, serviço de Node Js, distribuindo as funções, mas isso, já é outra história.

Bom. Chega de papo sem objetivo.

Para realizar a instalação do NodeJs em seu servidor CentOS, você deve se logar em seu servidor através do seu serviço de SSH, utilizando o Putty por exemplo.

Logado no sistema, primeiro passo (fica a seu critério, mas indico fortemente que o faça), vamos acessar a pasta /usr/src, que é mais utilizada para armazenar código de programas. Para tal, execute o comando abaixo em seu terminal:

Dentro da pasta em questão, vamos fazer o download da última versão do NodeJs. Neste momento deste tutorial, a versão mais recente, que eu encontrei, foi a 0.12.9.

Você pode estar acessando o site oficial do NodeJS, o https://nodejs.org, e procurar o arquivo para download. No caso, necessitamos do arquivo com extensão .tar.gz, que é o formato de arquivamento de arquivos em sistemas unix.

De posse do link de download do NodeJs mais recente, execute o comando a seguir:

Para quem não conhece o comando wget, em resumo, ele é um serviço que nos permite realizar o download de uma infinidade de coisas, mas isso fica para um próximo momento.

Este comando, realizará o download, como dito, do arquivo em sua pasta. Vamos a partir disso, descompactar o arquivo na pasta. Execute o seguinte comando:

Executando o comando ls, você deve visualizar o arquivo em sua pasta.

Após descompactar o arquivo, vamos acessar a pasta criada.

Antes da instalação do NodeJs, propriamente dito, existem alguns pacotes que serão necessários para compilar o código. Vamos utilizar o comando yum para obtê-los.

Execute o seguinte comando:

Caso os pacotes já estejam instalados em seu servidor, nada será feito. Caso contrário, ele pode requisitar algumas respostas de confirmação para download e instalação do pacote.

Feito isso, agora já podemos configurar e compilar o código do NodeJS (lembrando que estamos ainda dentro da pasta criada na descompactação do arquivo baixado no servidor).

Execute o seguinte comando:

Após o término do comando anterior, execute o comando a seguir para compilar o código.

Este comando, pode demorar um pouco. Aguarde o término do mesmo, para seguir o próximo passo.

Agora, já com o código compilado, podemos realizar a instalação dele em nosso servidor, utilizando o comando abaixo:

Após a instalação, o NodeJS já estará disponível em seu servidor. Execute o comando para ver a versão corrente do serviço instalado em seu servidor. Tal comando, deve retornar algo como v0.12.9 (no caso deste tutorial).

Neste tutorial, foi apresentando como instalar o NodeJs em um servidor Centos. Nos próximos tutoriais, veremos como rodar um aplicação no servidor de produção e como manter a aplicação rodando, mesmo após sairmos do acesso SSH, utilizando o serviço chamado PM2, que mantém nossas aplicações NodeJs rodando.

Fico por aqui.

Espero que gostem e possa ser útil. Até o próximo post.

Seus comentários são muito bem vindos.

Grande abraço.

Autor(a):
Claudeci Goularte
Formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Santa Marcelina, e pós-graduado em Arquitetura de Software, pelo Instituto de Gestão em Tecnologia da Informação, o IGTI. Sou desenvolvedor de sistemas desde 2006, com ampla experiência em PHP, MySQL, C#, SQLServer, CSS, HTML, JavaScrit, JQuery, C#, SqlServer, entre outras. Amante da profissão.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *